sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Amor pra recomeçar - Frejat

Eu te desejo
Não parar tão cedo
Pois toda idade tem
Prazer e medo...

E com os que erram
Feio e bastante
Que você consiga
Ser tolerante...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar...

Eu te desejo muitos amigos
Mas que em um
Você possa confiar
E que tenha até
Inimigos
Prá você não deixar
De duvidar...

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar...

Eu desejo!
Que você ganhe dinheiro
Pois é preciso
Viver também
E que você diga a ele
Pelo menos uma vez
Quem é mesmo
O dono de quem...

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar...

Eu desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar
Prá recomeçar...

~*~

Sábio... muito sáibio quem escreveu essa letra...

Que sempre exista em mim o amor necessário para recomeçar a caminhada, mesmo quando o caminho estiver arduo demais....

Que eu tenha tolerância com os que erram feio e bastante... por que muitas vezes eu também erro feio e bastante e exigo que tolerem meus erros...

Que eu saiba trabalhar a minha dor, e que a tristeza sirva para meu crecimento... que ela dure em mim o tempo necessário para me fazer crescer..

Que eu não deixe o dinheiro mandar em mim, que eu saiba o seu valor e o seu lugar... que a caridade esteja sempre dentro de mim a cada passo e a cada moeda que eu receber....

Que eu cresça descobrindo os prazeres e medos de cada tempo, o medo do escuro, o medo da escola, o medo de ser rejeitado na galera, o medo de não passar na faculdade, o medo de pegar uma DP, o medo de ser demitido do emprego, o medo de se casar, o medo de perder os filhos para o mundo, o medo de a velhice lhe tirar a beleza... enfim que eu nunca me esqueça que cada idade tem seus medos, cada dia tem seus perigos.... e que por isso eu não queira voltar no dia de ontem, e muito menos que chegue logo o dia de amanhã....

Paz e Bem
[...Marininha...]

Um comentário:

Mary disse...

sem sombra de duvidas...

a letra é explêndida!!!!

= )