sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Colcha de Retalhos...

Nossa vida pode ser comparada com uma colcha de retalhos. Cada momento que passamos, cada pessoa que passa em nossas vidas, são retalhos que unidos, formam a "colcha" que somos nós.

Nessa grande custura de retalhos existe um importante detalhe: Nenhum deles pode ser jogado fora a partir do momento que foi entregue a nós.

Mas... o que fazer quando alguns retalhos parecem não ter lugar em nossa colcha? O que fazemos quando o mundo nos entrega um retalho feio, sem cor e todo rasgado para costurarmos?

Muita gente improvisa uma caixinha e vai guardando esses feios retalhos alí, esquecidos até o momento em que a caixinha se enche e explode, e é nessa hora que tudo de pior que há em nós vem à tona com maior intensidade.... E nessa hora não adianta tentarmos costurar algum deles de qualquer forma em nossa colcha, só para tira-lo da caixa. Antes precisamos pegar um por um e restaura-los, ou seja, tingir e moldar cada um de forma que combinem com a cor de nossas vidas, tirando as imperfeições e descobrindo que esse "retalho" que foi excluído, também tem seu valor se você souber tirar dele o que não serve mais e trazer a ele uma nova cor uma nova forma

Isso não é um trabalho simples, leva tempo... e tem retalhos que a gente não quer restaurar, tem retalhos que a gente não quer colocar em nossa colcha da vida...

Mas enquanto não usarmos de forma certa, todos os retalhos que nos são oferecidos, nossa colcha vai ficando feia, vai perdendo a cor, o brilho a beleza...

Mas o maravilhoso disso tudo é que quando olhamos a nossa colcha e não gostamos do que vemos, vem Deus, nos entrega uma tesoura e nos ajuda a cortar a linda daquilo que está no lugar errado e encontrar um para ele novo lugar... ele nos ensina a entender o quanto são importante e belos retalhos que antes eram insignificantes em nossa custura....

Não sabe o que fazer com o retalho que tem em suas mãos hoje? Não tem idéia de onde coloca-lo? Então o entregue nas mãos de Cristo, pois ninguém mais do que ele, quer ver sua colcha da vida LINDA!

[...Marininha...] *aprendendo a restaurar retalhos*

7 comentários:

Polêmica disse...

Quanto mais retalhos, maior é a colcha. Assim também na nossa vida, quanto mais pessoas no nosso coração (na nossa colcha) maior seremos como pessoa. Temos que aprender a valorizar as qualidades de cada um e entregar nas mãos de Deus tudo o que nos impede de colocarmos essa pessoa na nossa colcha. Quanto mais gente restaurada maior será o reino de Deus.

Beijos!

Mary disse...

Tenho percebido que nossos posts seguem uma mesma linha... será que estamos vivendo os mesmos conflitos?

A vida é mesmo uma colcha de retalhos, alguns feinhos e velhos, outros novos e lindos... mas é o jeito com o qual os remendamos que faz a vida fazer sentido... bjo!

Lu disse...

Que sábia comparação, Marina! Quantas vezes achei que os retalhos eram lindos e perfeitos, mas eles não cabiam na minha colcha, outras vezes os retalhos mais desprezíveis me surpreenderam.Bjus e que a colcha da sua vida seja linda!

EDILSON VALDECI disse...

Amém Marina! que belo post! quantas pessoas nesse exato momento estão precisando ouvir uma reflexão como esta. A cada dia aprendo mais um pouco lendo e visitando o seu espaço. Fica com Deus.

miranilda disse...

A paz do Senhor Jesus seja contigo minha irmã.
Linda mensagem,parabéns por esbolçar-la em seu blog, eu copiei e colei e mandei para um montão de gente. Mais claro que deixei o seu nome como autora dessa linda mensagem que Deus te abençoe muito e te use a cada instante de sua vida.
TALVES TENHA MUITA GENTE PRECISANDO DE LER ESSE MENSAGEM QUE É UM EXEMPLO DE VIDA.
Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus Cristo o Rei dos Rei.
Bjs.

miranilda disse...

TALVEZ TENHA MUITA GENTE PRECISANDO DE LER ESSE MENSAGEM QUE É UM EXEMPLO DE VIDA.
Deus te abençoe ricamente em nome de Jesus Cristo o Rei dos Rei.
Bjs.

Obs: Só para corrigir o erro em talvez

Bernadete disse...

Que linda mensagem. É bem isso que acontece em nossa vida. Muitas pessoas passam e parece que não tem importância nenhuma, mas elas aparecem porque tem uma missão ou alguma coisa a nos ensinar. Todas as pessoas que encontramos em nosso caminho devem, de alguma maneira, fazer parte da nossa colcha de retalhos.