terça-feira, 27 de outubro de 2009

Eu já....

Eu já faltei na missa por motivos bobos e fiquei a semana inteira sentindo falta de Jesus eucarístico dentro de mim;
Já saí debaixo de um super temporal pra ir a missa e tive que participar da missa toda em pé pra não molhar os bancos da igreja;
Já fiquei conversando com os amigos dentro da igreja após a missa e quando fomos sair descobrimos que já haviam trancado a igreja;
Já comunguei e senti vontade de sair pulando de tanta felicidade;
Já comunguei e chorei igual uma criança que se lança nos braços do pai;
Já encarei olhares de curiosidade enquanto lia a bíblia ou rezava o terço no ônibus indo trabalhar;
Eu já fui chamada de papa hóstia, freirinha, beata, dentre outros tantos apelidos só por me entregar tão intensamente nas atividades da minha comunidade;
Já coordenei encontro de jovens e ao final descobri que quem precisava reencontrar Jesus era eu mesma e que através do meu trabalho pude reencontra-lo na emoção de cada encontrista;
Já preguei o amor de Deus a meus amigos e senti que o que falava/escrevia era muito mais para mim, do que para qualquer outra pessoa;
Já tive pavor de fazer as leituras na missa e de testemunhar o que Deus fez nas minha vida em público;
Já quis faltar a missa e fui mesmo assim e lá ouvi exatamente a palavra que precisava;
Já pude sentir a mão de Deus na minha e seu olha no meu me ajudando a seguir pelo caminho mais difícil;
Já senti que não era digna sequer de passar a frente da casa de Deus, que dirá de estar diante de sua presença, e Deus me mostrou que mesmo quando tudo dá errado ele continua a me amar e o que mais espera é que eu volte a ele;
Já sentir Deus me esperar quando eu não queria mais caminhar;
Já me magoei com muita gente de dentro da igreja, e descobri que lá isso também pode acontecer, pois além de cristão eles também são humanos e falhos;
Já magoei muita gente dentro da igreja também, pois as vezes permito que minha humanidade fale mais forte que o Deus que habita em mim;
Já descobri que Jesus ama os piores, então não há lugar melhor pra encontrar pessoas pecadoras e falhas é dentro de uma comunidade;
Já me afastei de Deus por causa de uma pessoa que me feriu e já me aproximei mais de Deus por causa de uma pessoa que me amou e descobri que Deus é o único que não decepciona e que é só por ele é que devo seguir em frente;
Já me senti totalmente sozinha e descobri que mesmo quando me sinto assim Jesus está comigo;
Já passei dias sem sentir a presença de Deus e mesmo assim continuei lutando para estar ao seu lado;
Já briguei com Deus e fiquei um tempão sem falar com ele, e descobri que ele sempre espera eu me acalmar e esta de braços abertos para recomeçarmos da onde eu desisti;
Já ouvi Deus falando claramente em meu coração;
Já achei que nunca mais fosse sentir o amor de Deus como em nosso primeiro encontro, e tempos depois senti um amor muito mais forte do que eu poderia sonhar;
Já falei em voz alta com Deus na rua e as pessoas me olharam como se eu fosse doida (e foi aí que descobri que sou sou doida mesmo, sou doidinha por Jesus ^^);
Já fiquei com meus joelhos doendo de ficar ajoelhada adorando a Jesus e me aprendi que mais do que dobrar meus joelhos, preciso dobrar minha vontades e meu coração diante dEle;
Já levei bronca da minha mãe dizendo que passo mais tempo na igreja do que em casa e descobri que meu lar é minha primeira igreja e quando estou lá também estou servindo a Deus;

Já vivi muita, mas muitaaaaa coisa em apenas 4 anos ao lado de Jesus e descobri que tem muitoooooooooo mais me esperando;

Que Deus abençoe a sua caminhada ao lado de Jesus!

Sem mais
Marina

3 comentários:

Michelle disse...

Simplesmente perfeito.
A caminhada ao lado de Jesus é eterna, e perfeita é claro.

Um beijo

glossmode disse...

que lindo, Má!
sua experiência é inspiradora e me identifiquei mto com cada passo...

esse Deus é maravilhoso demais mesmo *_*

um beijo, querida!

André Sales disse...

Amada de Deus
Com sua autorização, esse texto precisa ir para o site da CristoDance.

(rs)
Depois da uma olhada lá, ok?

Que Deus te ilumine