quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Dentro e fora de mim


Hoje acordei com a chuva na janela,
dentro e fora de mim...
A chuva molhou por fora,
o que estava encharcado dentro de mim...

O silencio era ensurdecedor,
não haviam respostas
pois não se sabia o que perguntar...

De repente a poesia bateu a porta,
trazendo em si o calor do sol,
e as rimas secaram as lágrimas,
dos olhos que não souberam chorar...

E o sol nasceu...
Dentro e fora de mim,
ainda escondido nas nuvens,
mas revelando um lindo arco-iris...

E num instante tudo se fez cor,
dentro e fora de mim...

[Marininha]

2 comentários:

Ana disse...

Obrigada pelo comentário. Claro que podes me linkar, vou fazer o mesmo. ;)

Em Construção... disse...

a nossa cara é a dos outros tbm...rs
LINDOOOOOOOOOO
BJUS